.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. Há quanto tempo...

.favorito

. a sós... com o coração

. Oração a Mim Mesma

. Que dia é este?

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds


Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Há quanto tempo...

Meu Deus que saudades do meu cantigo

Que saudades dos meus amiguinhos

Que saudades dos bocadinhos maravilhosos e que tão bem me faziam sempre que aqui vinha.

Amigos queridos embora com um pouquinho menos tempo do que antes, mas prometo que vos vou visitar, espero que todos estejam bem estou desejosa de saber de voçes. 

Pois esta coisa que é a nossa vida é mesmo assim, inesparada nem sempre, aliás acho mesmo que nunca, corre como nós mais gostaríamos.

A minha por exemplo é um caso assim, derrepente tanta coisa mudou, no trabalho por exemplo deixei de conseguir (por uns tempos que graças a Deus já acabaram) ter acesso ao computador o que deu origem a esta minha tamanha ausencia que mais que ninguém eu propria estranhei e muito.

Por outro lado a nivel das emoções essas como sempre atribuladas, por aí o que mudou realmente foi ter conhecido o S. que para mal dos meus pecados só veio foi fazer pior a este meu coração já meio sem concerto.

A verdade é que por mais que tente me enganar a mim própria, por mais que tente buscar na raiva ou na magoa que sinto as forças para lutar contra o que vai cá dentro, o meu coração não consigo enganar, a ele não dá para fingir, não dá para mentir, e chego a conclusão que por mais que eu tente, por mais que eu não queira, por mais que me faça sofrer, por mais que eu não queira aceitar tenho que o fazer, tenho que me conformar de que não posso procurar o amor se eu já o tenho, não posso querer encontrar em alguém aquilo que tu és, aquilo que tu fazes, aquilo que tu dizes, a maneira como reages...

Não posso mais TE procurar em alguèm

É injusto, para esse alguém, é injusto até para mim acho até que é ingrato eu saber que sei o que é amar e querer me enganar, não querer aceitar que o tenho...

Porque não mereces???

É verdade

Porque estou farta de sofrer por ti???

É verdade

Porque é um amor doloroso demais que chega a ser doentio ??? 

Sim é verdade

Mas também é verdade e essa sim é a verdade de que não posso fugir, que te amo

É verdade que apesar de tanta dor, apesar de tanto sofrimento, apesar de tantos anos de tentativas furadas de nos entendermos, apesar de tantos desapontos...

Eu não te consigo esquecer!

Esta tentativa de estar com alguém só me fêz sofrer mais ainda, só me fêz tomar mais consciencia desta verdade que me consome desta verdade que me arrasa...

Por mais que eu lute contra, não vou conseguir deixar de sentir este amor

Acho que me dei conta disso definitivamente

Estou cansada desta luta, estou desesperadamente vencida por este amor que tenho por ti, nada mais posso fazer

Nada mais posso dizer se não que te amo, amo quem és com os defeitos que tens, amo o que fazes com tudo o que sofro com isso, amo o que dizes com tudo o que me doi ouvi-lo, mas é o amor que sei que também me tens que me prende a ti, é só do bem que me lembro, não te consigo ter raiva nem odio pelo mal...

O quê que eu faço???

Agora que não és meu, mais uma vêz não estou a aguentar a tua ausencia, embora não o queira admitir sonho ainda, tal como á 15 anos atras quando era ainda uma "menina", com o dia em que nos vamos entender e ser felizes para sempre...

Não sei bem o que fazer da minha vida, quem me dera que depende-se só de mim estar-mos bem, mas de uma coisa eu sei, que parei a luta, entrego as armas e declaro FIM a esta batalha inútil que não me leva a lado nenhum, onde a unica coisa que consigo afastar são os nossos corpos, as nossas vidas, porque os corações, esses estão muito longe do que eu consigo alcançar, a esses nem eu, nem tu, nem ninguém tem o poder de contariar, esses não vão nunca deixar de se amar... 

És tudo para mim

És a minha vida

És e serás sempre

O MEU AMOR

sinto-me: Rendida
música: I belong to you
tags: ,

publicado por coisasdecoracao às 14:57

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito