.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


.posts recentes

. O dia está a chegar...

. Há quanto tempo...

. Parvoices!!!

. Tempo de mudança???

. ...

. Que festa maravilhosa!!!

. ...

. Solidariedade!

. Eh, eh!

. Humm, o quê que vem por a...

.favorito

. a sós... com o coração

. Oração a Mim Mesma

. Que dia é este?

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 7 de Abril de 2008

Adolescência

Estava por aqui eu no meio dos meus papeis, quando começou a tocar na rádio a musica "Nothing Else Matters" dos metalica.

Ora então não é que me deu para fazer uma pausasita e deixar-me levar nos meus pensamentos, vazendo uma viagem de regresso aos meus aninhos da "idade do armário", que quando penso neles muitas vezes me pergunto se fui ou como é que fui capáz de fazer certas coisas...é impresionante como é que naquela altura a disposição de enfrentar as coisas era tanta, não havia medos de nada, não havia nada que me impedisse de tomar as atitudes que achava que devia tomar, nem que depois me viesse a arrepender...

Tenho tantas saudades...

Era tão boa a vida naquela altura, tão intensa, as sensações parece que eram sentidas em dobro, as emoções incontroladas, a despreocupação tão genuína...

Será que estou mesmo a ficar cota???

Não quero estar assim...

Olha até já me está a dar para isto!!!

sinto-me: Cota!!!
música: Nothing Else Matters-Metálica
tags:

publicado por coisasdecoracao às 17:12

link do post | comentar | favorito

12 comentários:
De João Cordeiro a 7 de Abril de 2008 às 17:52
Minha querida, não sei a tua idade, mas "cota" sou eu :)
Essa nostalgia é normal, quantas vezes oiço uma música, e a minha mente divaga pelo tempo e pelo espaço e revivo, tanta coisa como se a estivesse a viver de novo.
Uma vez uma menina, perguntou-me:
- Já alguma vez experimentaste o amor verdadeiro?
Silêncio.
- Sim, mas incompleto. Era muito jovem na época e não soube ir até ao fim das coisas.
- Outra pergunta. Estás pronto a tentar, agora, amanhã, a mesma experiência? A tentativa de um grande amor?
- Não! Tenho medo. Não será fácil encontrar uma mulher narcisista como eu. Não quero fracassar de novo. Já não tenho tempo…
Rita disse-me que um homem como eu só podia gerar o medo, mas um medo muito bom.
- Descemos? – Perguntou ela.
Tem um ar grave e sério. Parece mais desajeitada. Entrámos. Há um bar e atrás do bar um homem que coça o nariz. Está um calor peganhento. Pedimos whisky. Ela olha-me com olhar lapidado. Bebemos sem falar. Eu acendo um cigarro, as mãos tremem-me um pouco. Eu tento dissimular, tossindo um pouco.
- Aqui? – Pergunta em surdina. Tem os olhos fixos, um vinco de amargura nos lábios.
- Se quiseres!
- Sim, quero.
De repente ela volta à vida.
- Sim, aqui ou noutro local. Não importa onde. Quanto mais anónimo, mais nós imaginaremos, mais nós inventaremos.
- Mas Rita, eu tenho idade para ser teu pai.
- E?
- Que encontras em mim de diferente?
- O Homem…
Eu sentia-me enjoado… as palavras e o excesso de álcool estavam a formar uma mistela que me turvavam a vista e pior… a mente.
- Adoro a tua voz… adoro as tuas mãos… para mim isso chega.
- Rita… Rita… tenho 46 anos e sinto-me completamente dominado por ti. Não sei que dizer, não sei que fazer…
Levou um dos dedos junto dos meus lábios, e em surdina disse-me:
- Quero fazer amor contigo.

Será que fiz?

Um beijo


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 00:20
???
Ai,ai,ai, amigo...
Quê que eu vou responder a isto???
Será que nunca é tarde para encontrar-mos o amor???
Fiquei curiosa!
Espero pela resposta!
Bjnhs


De João Cordeiro a 8 de Abril de 2008 às 14:18
Obrigado pelo teu comentário no meu local de "sonhos". Aquela parte é dura como dizes e faz parte do livro Asas de borboleta que será editado brevemente.

Ficaste curiosa quanto à minha história com a Rita?

Eu depois continuo, se quizeres.

Um beijo


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 14:40
Ah fiquei mesmo! Aliás eu sou muito curiosa, no bom sentido uma vêz que gosto de aprender com as experiências de vida que vou ouvindo!
Se estiveres mesmo disposto, claro que gostava de saber a continuação da história, pois tenho a certeza que não ficou por aqui...
Bjnhs!


De InêsCabral a 7 de Abril de 2008 às 20:40
Querida amiga!
Também me dá uma nostalgia sempre que me lembro da adolescência,era tudo tão diferente,não era?
Não havia receios de nada,arriscavamos muito mais, seguiamos o coraçao sem medo de represálias,e tudo tinha desculpa afinal éramos adolescentes.
Que bons tempos! É por isso,que com um grande sorriso nos lábios e umas boas gargalhadas me recordo de tudo,porque recordar é viver!
Amiguinha podemos já não ser adolescentes,mas podemos manter o nosso espirito sempre jovem.
beijinho grande


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 00:27
Isso é uma grande verdade amiga, só espero que esta trisreza que ando a passar não me faça esquecer disso nunca, não quero ficar uma cota chatoidas!!!
Vamos mas é ser assim umas cotas, cotas ainda não somos, cotazinhas, muito p/ frentex, tipo...
Bigad linda bj grande!


De Perfeito Estranho a 7 de Abril de 2008 às 21:01
Sim loool também penso que quando começamos a questionar-nos desta forma é porque começamos a sentirmo-nos velhos !!
Aliás apesar de saber que sou novo , o estar a ficar velho é algo que me preocupa ... lool

Mas sem dúvida que existem sensações e sentimentos que pertenem a uma faixa etária ... depois de deixarmos de ser adolescentes grande parte do que lhe pertence vai-se embora com ela ...


Beijinhos e viva a juventude !!! :D


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 00:30
Viva mesmo, e que ela dure sempre independentemente da idade no BI!!!loolll
Bjnhs!


De Café com Natas a 8 de Abril de 2008 às 07:49
Epá, já és a segunda pessoa hoje que me diz que está a ficar cota, aí um dos teus comentários tb...já são três!!!
Cota fico eu de vos ver dizer isso
Ninguém está cota!
Apenas crescemos...
Boa música essa. Uma das melhores de sempre!
Beijinho


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 14:46
Cota é no bom sentido, claro que ainda não me estou a sentir assim, mas lá que me questiono sobre as nossas mudanças de viver a vida e lidr com as situações lá isso questiono-me!
Mas claro que também acho que o crescimento natural da nossa mentalidade só está a nosso favor!
Bjhns


De Subjectividades a 8 de Abril de 2008 às 14:07
Idade do armário; Cota!!!!

Hum...não me parece tu amiga hoje em dia tens é de lidar com a responsabilidade!
Mas não deixes por isso de sonhar, não deixes nunca de achar que não és capaz.
A idade está na cabeça de cada um....

Bjinhos


De coisasdecoracao a 8 de Abril de 2008 às 14:49
Sei que sim miga, e também não me queixo das responsabilidades principalmente da melhor que tenho que é a minha reguila, mas lá que era boa a idade do armário era, nem que seja só porque não andava sempre tão tristonha
Bjnhs


Comentar post